Como esterilizar os seus equipamentos de tatuagem

Atualmente, muitas pessoas têm criado coragem para fazer tatuagens. Esses desenhos na pele podem ter significados profundos ou, apenas, serem vistos como um apelo estético. No entanto, uma coisa que é unanimidade entre todas as pessoas do ramo é a importância de esterilizar os equipamentos de tatuagem.

Uma das coisas mais importantes para os profissionais da área é manter seus equipamentos sempre limpos, especialmente para evitar que alguma doença ou infecção acabe atingindo o seu cliente. Por isso, neste artigo, descubra qual a forma correta de esterilizar os equipamentos.

Importância da esterilização de equipamentos de tatuagem

É sempre importante manter o material utilizado em um estúdio de tatuagem esterilizado, especialmente porque isso é uma questão de saúde. Muitas infecções e doenças sérias, como a AIDS, podem ser transmitidas por meio de uma agulha que foi reutilizada ou que não está devidamente protegida do ambiente.

A esterilização garante que todo e qualquer agente patológico seja devidamente eliminado, mas sem causar problemas para o organismo. O procedimento poderá ser realizado por meio de autoclaves ou de estufas, que irão eliminar todo e qualquer “intruso” presente no corpo do equipamento.

A estufa possui um procedimento bastante confiável, tendo em vista que utiliza vapor a seco, a 170 graus, para que o material fique estéril. É necessário que o procedimento se repita por uma ou duas vezes para que o sucesso seja totalmente garantido. Ele não deve ser interrompido de maneira alguma.

É importante lembrar que agulhas, hastes, lâminas e biqueiras devem ser esterilizados da maneira correta e nunca reaproveitados para realizar tatuagens em outras pessoas. Além disso, as agulhas devem ser descartáveis, assim como outros componentes, evitando uma contaminação em massa.

Materiais descartáveis para realizar tatuagens

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) obriga todos os profissionais a utilizarem um equipamento de proteção individual, constituído, basicamente, por luvas e máscaras descartáveis, que devem ser trocadas a cada cliente. Sendo assim, os materiais descartáveis podem ser aqueles destinados para o tatuador e, também, para as agulhas que serão utilizadas no trabalho do cliente.

Esse tipo de exigência toma como base a necessidade de proteção de cada uma das pessoas envolvidas no processo de tatuagem. Sempre deixar o ambiente seguro é indispensável para as pessoas que tatuam e, também, para as pessoas que serão tatuadas. É válido lembrar que os riscos se aplicam a ambos os lados.

Todos os equipamentos de proteção individual, também conhecidos como EPI, são, basicamente, as máscaras e as luvas. Seu principal objetivo é proteger o tatuador de qualquer contaminação referente ao sangue de seu cliente ou qualquer outro fluido residual. As agulhas, por sua vez, precisam ser descartadas corretamente após o uso.

Importância de desinfectar superfícies

Depois de descobrir que todos os materiais devem ser devidamente esterilizados para garantir a ausência de qualquer microrganismo, é importante que os tatuadores saibam que existe um outro assunto que precisa ser levado em consideração: as superfícies com as quais os materiais entrarão em contato.

Todas as superfícies do local de atuação do tatuador devem estar devidamente limpas e sem qualquer risco de contaminação. O ideal é que o álcool 70% seja utilizado para remover qualquer impureza do ambiente. O processo deverá ser realizado por meio do papel toalha e do líquido, evitando a contaminação cruzada.

Como fazer a escolha certa?

Para quem é cliente e deseja encontrar o local ideal para fazer tatuagem, é importante levar todas as informações trazidas anteriormente em consideração. É importante verificar o local onde o tatuador atua e verificar se, ao longo do procedimento, ele está fazendo a utilização correta de seu equipamento de proteção individual.

O ideal é que, antes mesmo de realizar o procedimento, o cliente observe o local de trabalho e peça para que o material esterilizado seja visto. Também é importante pedir para verificar a licença do local e do tatuador, melhorando a confiança que você possui em relação ao profissional que fará um trabalho permanente em sua pele.

Depois de descobrir como esterilizar os seus equipamentos de tatuagem, foque na proteção coletiva e compre materiais de qualidade. Dessa maneira, você não apenas vai aumentar a clientela, mas também garantir que todos estejam protegidos em seu ambiente de trabalho.

Carrinho
Iniciar conversa
1
Precisa de ajuda?
Escanear o código
Olá!
Estamos aqui para te auxiliar.